na contramão e sem pressa: slow shopping

Já foi sinônimo de sucesso ser a pessoa super ocupada, que não tem tempo para nada, que vive na correria, que está sempre emendando uma reunião em outra, que é super solicitada ao telefone, que é obrigada a terceirizar praticamente todas as suas atividades pessoais por simplesmente não ter tempo.  Não parece no mínimo incoerente considerar que viver assim seja considerado algo positivo? Em alguns meios essa cultura ainda é incentivada, mas há uma forte tendência que incentiva justamente o cenário oposto ao descrito: o movimento Slow.

Continuar lendo “na contramão e sem pressa: slow shopping”

Anúncios